Compreenda o que é estar negativado e os tipos de negativação


-1

Se seu nome esta no cadastro de pessoas negativas, os benefícios que no mercado financeiro que você poderia usufruir, não estarão acessíveis a você, por conta desses débitos não pagos. Entre esse benéficos estão os de empréstimo para comprar um carro ou uma casa ou realizar um sonho que você tem em seus objetivos. Muitos se perguntam se mesmo com nome negativado é possível conseguir algum tipo de empréstimo, já abordamos esse assunto, desde que você esteja disposto a pagar altos juros, é possível sim conseguir um empréstimo com nome negativado.

Conheça os vários tipos de negativação presentes no mercado brasileiro:

O serviço de negativação é um meio de proteção para aqueles que lhe forneceu um empréstimo ou vendeu algo pra você, e por inúmeros motivos você não efetuou o pagamento dessas dívidas, então esses estabelecimentos acionam os órgão de proteção de créditos, para que você seja negativado e seja por vontade de voltar a usar seu nome lhe obrigue a quitar esses débitos.  

Serasa e SPC: são os órgãos mais conhecidos no mercado, mais existem outras formas de seu nome ficar com restrições de crédito. Vamos aborda-las para que você também tome ciência que existem outros tipos de proteção de crédito.

Reforçando o que foi dito anteriormente, o seu enquadramento em alguns desses órgãos de proteção ao crédito, significa que você não cumpriu as suas obrigações de bom pagador. É conhecido também como restrição de crédito, são diferentes termos usados para a mesma finalidade.

Negativação pelo Banco Central: geralmente acontece com pessoas que emitiram cheques que não possuíram fundo, e acabam tendo seus nomes incluídos nesse órgão que rege as pessoas que transmitem cheques sem fundo. Isso se da quando você emite um cheque e o mesmo na hora que cai na sua conta, você não possui nenhum valor que possa paga-lo.

Restrição pela Receita Federal ou pelo INSS: caso você deixe de declarar anualmente o seu imposto de renda, ou tem alguma pendencia não resolvida com o numero de seu CPF, problemas com dívida ativa, deixando de pagar alguns impostos entre variados exemplos, podem restringir seu nome nesses órgãos.

Processos judiciais: se por acaso você tem problemas com a justiça, se tem algum bem bloqueado judicialmente ou penhorados, processos na justiça envolvendo a rede trabalhista, podem também restringir seu nome para que não seja possível conseguir algum empréstimo ou financiamento.

Portando foi possível deixar claro que se você tem inúmeras opções de negativar seu nome, impossibilitando de realizar empréstimos ou comprar algo que queira tanto, andar corretamente não lhe traz dores de cabeça, ter uma boa administração do seu dinheiro é a melhor opção para evitar um enquadramento dentro desses órgãos que protegem os créditos.


Like it? Share with your friends!

-1
admin

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *